9 de março de 2007

A igreja e o erotismo

Lembram-se de eu ter falado aqui sobre a forma como Bento XVI vê a sexualidade?
E a propósito do referendo falei aqui também da visão de João Paulo II sobre esse tema.
Sugiro que leiam o artigo do Diário de Notícias «Amor e erotismo» de Anselmo Borges, padre e professor de Filosofia. Alguns excertos:
"(...) O ser humano ficou então cindido em corpo e alma, e o cristianismo, que é, no sentido mais profundo e correcto da expressão, a religião do corpo e do amor, correu o risco de ver reduzido o amor ao amor a Deus e ao céu, ficando o corpo e a sexualidade e o prazer abandonados ao mundo selvático do sujo ou do egoísmo do desregramento sem freio."
"(...) O erotismo, porém, não tem que ser perverso, pois a sexualidade não é em si ignominiosa, impura, suja, energia obscura e demoníaca. O que nela se vive é uma tensão, e só por isso é que tanto pode ser a noite mística como o escabroso da noite. (...)"

Pois é, senhor padre, esta igreja está muito longe do cristianismo. E é pena...
Para isto não ser demasiado sério, achei genial estas observações do Nilton na FHM de Março:
> Cristo e os apóstolos estavam todos do mesmo lado da mesa porque era uma despedida de solteiro e estavam a apreciar uma stripper.
> Se Cristo não tivesse morrido crucificado, o marketing da igreja teria uma enorme dificuldade em arranjar um logotipo.

19 comentários:

  1. Xi Ção melhér....indáçim nam me digóm que nam havia neim um çó que foçe Nelo nu meio de tanto home....
    Inda teim de vir falar eim çtrip de gaijas....xi....

    ResponderEliminar
  2. o sexo para a igreja é encarado de forma hipócrita...

    ResponderEliminar
  3. Os comentários do Nilton têem a sua razão de ser. Cristo,na última ceia, deu por falta de Judas e perguntou:"Judas,onde estás?" "Á vossa frente,Senhor"respondeu Judas, e Cristo ordenou "ENtão, deixa-te de merdas, passa cá para trás para ficarmos todos na fotografia!"E assim nasceu o quadro da Ultima Ceia...O anónimo sou eu, o Zé que, entre muitas outras coisas não gosta de plágios...

    ResponderEliminar
  4. "Se Cristo não tivesse morrido crucificado, o marketing da igreja teria uma enorme dificuldade em arranjar um logotipo."
    Eu absolutamente não rezo pela cartilha da igreja, acho que ela está se afastando cada vez mais do povo...mas este comentário do sr. Nilton extravazou do bom gosto.
    Nota zero para o pobre coitado.

    ResponderEliminar
  5. Caixa nova... comentários !
    Oh! São vê se isso mudas
    Não gosto do breviário
    e desta forma...só Judas!

    Alcaide

    ResponderEliminar
  6. Bartolomeu, tem calma
    Que tudo tem remédio
    De tanto se queixarem
    Vou presa por assédio

    ResponderEliminar
  7. Ena cum caralho! Chamaram-me?
    Oh Zé, quando vens ao meu barraco?
    Vem que tenho um pipo de estalo...!

    ResponderEliminar
  8. Ó Falcão, queres dar o pipo ao Zé?
    (faz falta comó caralho, o smile do diabo)

    É rata: onde escrevi Bartolomeu devia ler-se Alcaide (maldita miopia no olho...)

    ResponderEliminar
  9. Apelo em divulgação na internet:

    'CAIXOTE DO LIXO'... NÃO!!!
    Legítimo Direito a ÚTEROS ARTIFICIAIS... SIM!!!

    Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que possuem filhos.
    No entanto, para conseguirem SOBREVIVER, muitas sociedades tiveram necessidade de mobilizar/motivar os machos mais fracos no sentido de eles se interessarem/lutarem pela preservação da sua Identidade.
    De facto, analisando o Tabú-Sexo (nas Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas) chegamos à conclusão de que o verdadeiro objectivo do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos sexualmente mais fracos -> Ver O Tabú-Sexo.
    {http://tabusexo.blogspot.com/}

    Com o fim do Tabú-Sexo a percentagem de machos sem filhos aumentou imenso...
    As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir a sua História!!!... Isto é, estas sociedades não podem continuar a tratar os machos sexualmente mais fracos como sendo o CAIXOTE DO LIXO da sociedade!!!... Isto é, os machos ( dotados de Boa Saúde... ) rejeitados pelas fêmeas devem possuir o LEGÍTIMO Direito de ter acesso a Úteros Artificiais.
    {{{ nota: deve ser considerado uma Investigação Cientifica Prioritária }}}

    ResponderEliminar
  10. Cuarentão, Melhér...Intam vás desperdissar uma bela pila numa cova de plasquito?....Nam asha que éi munto melhór um cuzinhito há maneira, bem prefumado e que çe mexe munto milhor que caulquer gaija?...aiai...ts..ts...ts... Melhér.....intam? Perque speras?
    Anda queu te spero....

    ResponderEliminar
  11. ahahah

    Já foste ao bar lá em cima, Nelo?

    ResponderEliminar
  12. Oh quarentão, tens de me explicar o critério que usas para optares por maiúsculas e minúsculas, que, se calhar, ando a ensinar tudo errado aos putos...

    ResponderEliminar
  13. O meu português, tal como o meu desempenho sexual, é muito fraco.
    Mas não é isso que está em causa!
    Aquilo que está em causa é o seguinte:
    - Dizem que a Igreja Católica foi/é muito hipócrita em relação ao sexo; no entanto, muitíssimo mais hipócritas são aqueles que não reconhecem que o Tabú-Sexo dotava as sociedades duma muito melhor gestão dos seus recursos humanos (nota: era esse o verdadeiro objectivo do Tabú-Sexo!!!!).
    O Tabú-Sexo já não se justifica. No entanto, sem hipocrisias, as sociedades tradicionalmente monogâmicas devem ASSUMIR a sua história!...

    ResponderEliminar
  14. P.S.
    Como é óbvio, se eu tivesse nascido numa Sociedade Tradicionalmente Poligâmica (nestas sociedades apenas os machos mais fortes é que possuem filhos), eu estaria mudo e calado.
    Mas não, eu nasci numa Sociedade Tradicionalmente Monogâmica.

    ResponderEliminar
  15. Continuo a precisar de bonecos para tentar perceber...

    ResponderEliminar
  16. Bem, mesmo sem bonecos já estou a ver um pedaço da coisa...

    ResponderEliminar